JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Morre Leonard Nimoy, o Spock de "Star Trek", aos 83 anos

Ator tinha uma grave doença no pulmão

O Estado de S. Paulo

27 de fevereiro de 2015 | 14h33

(Atualizada Às 14h50) Leonard Nimoy, o eterno Spock de Star Trek (no Brasil, conhecido como Jornada nas Estrelas), morreu nesta sexta-feira, 27, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A notícia foi confirmada pela esposa dele, Susan Bay Nimoy, ao jornal The New York Times. Nimoy tinha 83 anos. 

O ator foi internado na semana passada, às pressas, em um hospital de Los Angeles - ele morava em Bel Air -, com dores no peito, algo que vinha sendo recorrente no cotidiano de Nimoy, cuja saúde estava bastante debilitada. 

De acordo com a esposa dele, Nimoy sofria de uma doença pulmonar grave, em estádio terminal, e obstruía a sua respiração. A doença, COPD, também conhecida como doença pulmonar obstrutiva crônica, é decorrente dos anos dele como fumante. No próprio Twitter, Nimoy havia revelado que abandonou o vício há 30 anos, mas isso não impediu a doença de se espalhar pelo seu pulmão. 


"Vida e próspera" 
O bordão do seu personagem mais famoso, o de Spock, na série de TV e cinema Star Trek, permaneceu como uma espécie de código para a vida de Nimoy de tal forma que, no Twitter dele, o ator assinava todos os textos com a sigla LLAP, que significa "live long and prosper". 
Fácil lembrar do rosto dele, ainda jovem, ao dizer a frase, acenando com o comprimento característico da raça alienígena Vulcano - o personagem era um filho híbrido de alienígena com uma mulher humana.
Vida  e obra 
Nascido em Boston, no estado norte-americano Massachusetts, filho de um barbeiro, Leonard Simon Nimoy começou a carreira ainda aos 20 anos. Passou por teatro e em papeis menores em filmes e séries, ao longo da década de 1950, mas não encontrou sucesso imediato. Serviu ao exército dos Estados Unidos e chegou a interpretar um alienígena antes de Spock, com o papel de Narab, um invasor marciano no filme Zombies of the Stratosphere, de 1952, nunca lançado aqui. 
A primeira vez de Nimoy como Spock foi em um episódio piloto da série, em 1965, que acabou recusado pelo estúdio. No ano seguinte, o seriado foi aceito. Na TV, a vida de Ster Trek não foi tão longa e durou apenas três anos. No cinema, contudo, foram oito longas. 
No longa Jornada nas Estrelas II - A Ira de Khan, de 1982, o personagem de Nimoy deveria morrer no início da trama, mas a notícia se espalhou por fãs e familiares do ator chegaram a receber ameaças de morte caso o roteiro não mudasse. A morte de Spock foi transferida para o arco final do longa. 
Invariavelmente, a carreira de Nimoy foi marcada pelo alienígena da franquia de Star Trek e a última vez na qual ele ficou diante das câmeras foi justamente interpretando o personagem, em Além da Escuridão - Star Trek, em filme dirigido por J.J. Abrams.

Relembre os clássicos de Leonard Nimoy

Três Solteirões e um Bebê

 

Jornada nas Estrelas - A Volta para Casa

Jornada nas Estrelas III - À Procura de Spock

As Coisas Engraçadas do Amor

Tudo o que sabemos sobre:
Leonard Nimoycinemastar trek

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.