Arquivo/AP
Arquivo/AP

Morre Irvin Kershner, diretor de 'Star Wars: O Império Contra-Ataca'

Kershner, que também dirigiu Sean Connery em '007 Nunca Mais Outra Vez' , tinha 87 anos

AP

29 Novembro 2010 | 15h32

Irvin Kershner, diretor de Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca (1980) morreu neste fim de semana em Los Angeles aos 87 anos, informou nesta segunda-feira, sem mais detalhes, seu agente, Derek Maki.

 

Veja também:

blog Kershner também?

O filme, segundo da série, mas o quinto na cronologia de Star Wars, ganhou um tom mais obscuro que a história original. Nela, o herói Luke Skywalker perde uma mão e descobre que o vilão Darth Vader é seu pai. Incialmente, o filme teve críticas negativas, mas hoje é considerado um dos melhores da saga.

Em outubro, Kershner contou à revista Vanit Fair que tentou dar à sequência uma maior profundidade. "Quando eu finalmente assumi a missão, sabia que seria um filme mais obscuro, com mais profundidade aos personagens que o primeiro filme", disse.

"Demorou alguns anos para que os críticos entendessem o filme e vissem que era mais um conto fantástico do que uma história em quadrinhos".

Kershner revelou ainda que teve apenas um desentendimento mais sério com George Lucas. O roteiro original indicava que a princesa Leah diria ao piloto Han Solo "Eu te amo" e ele responderia de volta "Eu também te amo". "Filmei o diálogo e simplesmente não pareceu adequado para Han Solo", disse. No lugar, o ator Harrisson Ford improvisou a resposta "Eu sei". Lucas queria a fala original mas depois de rever as cenas concordou em deixar a fala improvisada pelo ator, que acabou se tornando uma das mais famosas da série.

Nascido na Filadélfia, Kershner trabalhava com música, fotografia e ilustração antes de se tornar um diretor. Ele de formou em cinema na University of Southern California e, nos anos 50, fez filmes institucionais para o governo norte-americano na Grécia, Turquia e Oriente Médio.

Além de Império Contra-Ataca, seus filmes mais famosos incluem 007 - Nunca Mais Outra Vez (1983), com Sean Connery, e RoboCop 2 (1990), com Peter Weller. Em 196,1 foi candidato à Palma de Ouro do Festival de Cinema de Cannes por Hoodlum Priest (1961) e em 1977 foi candidato ao prêmio Emmy por sua direção no filme para televisão Raid on Entebbe (1976).

Kershner também tem papeis pequenos no cinema como ator. Ele interpretou o padreZebedee no filme A Última Tentação de Cristo (1988), de Matin Scorcese.

Mais conteúdo sobre:
Irvin KershnerStar Wars

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.