Morre Freddie Fields, produtor de Gigolô americano

Vítima de câncer de pulmão, agente de artistas era conhecido por sua atitude agressiva ao assinar contratos

Efe,

07 de dezembro de 2013 | 00h59

O produtor, executivo e agente de artistas Freddie Fields, responsável por filmes como Gigolô americano e Tempo de glória, morreu na terça-feira em sua casa, em Beverly Hills, informou nesta quarta-feira, 12, seu representante, Warren Cowan. Fields estava com 84 anos e foi vítima de um câncer de pulmão. Fields trabalhou com atores como Robert Redford, Paul Newman, Jack Nicholson e Judy Garland, além de diretores como Woody Allen, George Lucas e Steven Spielberg e músicos como Burt Bacharach e Neil Young. Na década de 1960, ele criou com David Begelman a empresa Creative Management Associates (CMA). Os dois se transformaram assim nos primeiros "super-agentes" de Hollywood, como são chamados no site da revista Variety. A companhia representou algumas das principais figuras emergentes de Hollywood no período, como Al Pacino, Liza Minelli, Natalie Wood, Francis Ford Coppola e Arthur Penn. Fields, nascido em Ferndale (Nova York) em 1923, era conhecido por sua atitude agressiva ao assinar contratos para os atores que representava. Ele fazia questão de incluir percentuais sobre os lucros dos filmes. "Era um agente energético, que mudou o negócio. Era muito divertido, um sujeito gentil", disse à revista o produtor Mike Medavoy. Fields fundou no início da década de 1970 a produtora First Artists, que financiou títulos como Nasce uma estrela, com Barbra Streisand, e Aconteceu num sábado, com Sydney Poitier. Suas últimas produções incluem Tempo de glória, que rendeu a Denzel Washington o primeiro Oscar; Crimes do coração, com Diane Keaton, Jessica Lange e Sissy Spacek; e a segunda parte de Poltergeist. Fields estava casado com Corinna, de 26 anos, ex-Miss Grécia e Miss Universo. Ele deixou três filhos e três netos.

Tudo o que sabemos sobre:
Freddie FieldsHollywood

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.