Gabriel Bouys/AFP
Gabriel Bouys/AFP

Morre Francis Lai, compositor da trilha sonora de 'Love Story' e 'Um Homem, Uma Mulher'

Um dos grandes compositores da história do cinema, Francis Lai tinha 86 anos

Redação, EFE

07 Novembro 2018 | 23h50

O francês Francis Lai, compositor de algumas das mais lendárias trilhas sonoras da história do cinema, como a de Love Story e de Um Homem, Uma Mulher, morreu aos 86 anos, anunciou nesta quarta-feira, 7, o prefeito de Nice, Christian Estrosi.

Lais recebeu o Oscar de melhor trilha sonora em 1970 por Love Story. Quatro anos antes, foi indicado ao prêmio por seu trabalho em Um Homem, Uma Mulher.

Nascido em Nice em 26 de abril de 1932, ele começou sua carreira em orquestras da região, mas foi em Marselha, nos anos 1950, que ele descobriu o jazz - o que o levou a se mudar para o boêmio bairro de Montmartre, em Paris.

O músico compôs suas primeiras canções na capital francesa e chegou a compor para Edith Piaf nos últimos anos da carreira da cantora. Mas o encontro que mudou sua vida foi com o diretor de cinema Claude Lelouch,  que pediu que ele fizesse uma música romântica para o filme Um Homem, Uma Mulher (1966).

O 'dabadabada' da melodia da música principal se converteu instantaneamente em um clássico do cinema francês e lhe deu fama mundial. Depois dessa, ele faria trilhas para uma centena de filmes e mais de 600 músicas - nenhuma delas mais conhecida do que Where Do I Begin, tema principal da tragédia amorosa protagonizada por Ali MacGraw e Ryan O'Neal em Love Story, de Arthur Hiller, que lhe valeu o reconhecimento da Academia de Hollywood e o colocou no olimpo dos grandes compositores da história do cinema.

Mais conteúdo sobre:
músicacinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.