Morre diretor polonês Walerian Borowczyk

O cineasta polonês-francês Walerian Borowczyk, famoso por seus filmes eróticos como Contos Imorais, morreu sexta-feira num hospital aos arredores de Paris, informaram hoje seus familiares.Nascido em outubro de 1923 na cidade polonesa de Kwilcz, Borowczyk morreu por causa de problemas cardíacos no centro médico onde estava internado.Após realizar experimentações na Polônia com curtas-metragens de animação que lhe renderam vários prêmios, o cineasta deixou seu país, submetido então a uma ditadura comunista, e se radicou em Paris no fim dos anos 50.Basicamente, a filmografia do cineasta se concentrou num erotismo um tanto provocador e próximo à pornografia, segundo várias enciclopédias do cinema.Em 1974, ele dirigiu o filme erótico Contos Imorais, que relatava várias histórias tiradas das melhores obras do gênero e causou polêmica à época por suas cenas fortes. Outra produção de sua carreira foi A margem, de 1976.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.