Divulgação
Divulgação

Morre cineasta Raúl Ruiz

Diretor franco chileno faleceu nesta sexta-feira, ao 70 anos, em decorrência de infecção pulmonar

estadão.com.br,

19 de agosto de 2011 | 10h31

SÃO PAULO - Morreu na manhã desta sexta-feira, 19, em Paris, o cineasta franco chileno Raúl Ruiz, informou a produtora de seu último longa, a Clap Films.

 

O cineasta sofria de uma doença prolongada e tinha 70 anos. Segundo a agência France Presse, ele sofria de infecção pulmonar. Seu último filme, Mistérios de Lisboa, de 2010, estreou este mês em Nova York e foi exibido e premiado como melhor filme pela crítica na Mostra de Cinema de São Paulo do ano passado. Atualmente, ele trabalhava na montagem de um longa rodado no Chile em abril La Noche en Frente.

 

"Tratava-se de um dos melhores espíritos do nosso tempo, com uma cultura e inteligência sem igual. Foi um grande cineasta, que tratou de uma temática muito variada e concebia seu projeto cinematográfico como uma arte, além do êxito comercial", disse o produtor François Margolin à EFE.

 

A cerimonia fúnebre será na próxima terça, dia 23, em Paris e o sepultamento será no Chile.

 

Raúl Ruiz nasceu no Chile em 1941 e mudou-se para a França em 1973, depois do Golpe de Estado em seu país. Dirigiu mais de 100 títulos em quase 40 anos de carreira, entre eles curtas, documentários e séries especiais para a TV.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.