Morre Bruno Kirby, ator de comédias de Billy Cristal

Bruno Kirby, ator veterano mais conhecido pelo papel de ?melhor amigo? que fez em duas das comédias mais famosas de Billy Cristal, "Harry e Sally - Feitos um para o Outro" e "Amigos, Sempre Amigos", morreu de complicações relacionadas à leucemia na segunda-feira, aos 57 anos, em Los Angeles, nos EUA. Os médicos haviam diagnosticado a doença recentemente. "Estamos extremamente agradecidos pelo apoio que os fãs e colegas dedicaram a Bruno, pessoas que admiraram seu trabalho nos últimos 30 anos", declarou sua mulher. "O espírito do Bruno vai continuar a existir, não somente em seus trabalhos no cinemas e na televisão, mas também através das pessoas com quem se relacionou enquanto era vivo".Bruno Giovanni Quidaciolu nasceu em 1949 em Nova York e era filho do ator Bruce Kirby. Seu primeiro trabalho foi em 1971 no filme "Young Graduates". Particiou também, no início da carreira, da série de televisão "Room 222" e do filme feito para TV "The Summer Without Boys".Em 1974, participou do longa "O Poderoso Chefão 2", de Francis Ford Coppola, com Al Pacino, Robert De Niro, Diane Keaton e Robert Duvall no elenco. Kirby atuou no papel de Pete Clemenza em sua juventude.O ator fez aparições em diversas séries de TV, incluindo "Fame" e "Hill Street Blues" e em 1987 atuou no filme "Bom Dia, Vietnã", contracenando com Robin Williams. Mais recentemente pôde ser visto na série da HBO "Entourage".

Agencia Estado,

16 de agosto de 2006 | 16h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.