Reuters
Reuters

Christopher Lee morre aos 93 anos

Britânico ficou conhecido por papéis como o mago Saruman de 'O Senhor dos Anéis'; ele também lançou CD de heavy metal; confira

EFE

11 de junho de 2015 | 08h59

Atualizada às 11:26

O ator britânico Christopher Lee, famoso por sua lendária interpretação do Conde Drácula e de Saruman na saga Senhor dos Anéis, morreu em Londres aos 93 anos, informou nesta quinta-feira, 11, o jornal The Daily Telegraph.

De acordo com o jornal, o ator morreu no domingo, 7, no Hospital de Chelsea e Westminster, no qual foi internado dias antes por causa de problemas respiratórios e do coração e onde em 27 de maio completou 93 anos.

Sua esposa, a ex-modelo dinamarquesa Birgit Kroencke, com quem se casou em 1961, esperou para divulgar a notícia para informar primeiro à família e aos mais próximos, disse o periódico.

Nascido no dia 27 de maio de 1922 em uma família rica no bairro de Belgravia de Londres, Christopher Frank Carandini Lee era famoso mundialmente - além de por sua imponente altura de 1,96 metro - por haver interpretado alguns dos vilões mais antológicos do mundo do cinema.

Além de encarnar um aterrorizanto Conde Drácula várias vezes entre os anos 50 e 60, também interpretou Frankenstein em 1957, antes de ir para Hollywood na década dos 70.

Ali participou de vários filmes de terror, fantasia e aventura, como A Vida Íntima de Sherlock Holmes (1970), de Billy Wilder, na qual interpretou o irmão do famoso detetive, Mycroft Holmes.

Sua consagração como vilão se reafirmou com a produção de 007 Contra o Homem com a Pistola de Ouro (1974), onde interpretou a Francisco Scaramanga, um dos mais famosos rivais do agente James Bond.

Em 2001, voltou à telona dando vida em O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel a Saruman, líder dos magos Istari.

Com mais de 80 anos de idade, aceitou a incumbência do diretor de Star Wars, George Lucas, para interpretar o papel do Conde Dookan na segunda e terceira parte da trilogia.

Antes de ficar famoso, Lee estudou no colégio inglês de Wellington até os 17 anos e dois anos mais tarde se alistou na Real Força Aérea (RAF) britânica, coincidindo com os momentos-chave da Segunda Guerra Mundial.

Foi no final dos anos 40 que começou sua carreira cinematográfica e estreou como ator coadjuvante no filme Corridor of Mirrors, de Terence Young,e na famosa adaptação do clássico de Shakespeare Hamlet, de 1948.

Sua dedicação ao mundo do cinema se traduziu em várias distinções ao longo de sua carreira e em 2001 recebeu do príncipe Charles a Ordem do Império Britânico por seus "serviços à interpretação".

Casado desde 1961 com Kroencke, com quem tem uma filha, Lee tem a honra de constar no livro Guinness dos Recordes como o protagonista mais alto do mundo e é considerado como o segundo com mais filmes rodados em toda a história de Hollywood, só atrás de Rod Steiger.

Além de participar em diversos filmes, ele também tinha seu lado cantor, tendo lançado alguns trabalhos. O último, ano passado, um álbum de heavy metal, Metal Knight, inspirado nas aventuras de Dom Quixote.


Mais conteúdo sobre:
CinemaChristopher Lee

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.