Morre aos 77 anos Marie Dubois, atriz da Nouvelle Vague

Ela havia sido diagnosticada com escleroses múltiplas há décadas

EFE, O Estado de S. Paulo

15 de outubro de 2014 | 17h33

PARIS - A atriz francesa Marie Dubois, conhecida por suas interpretações nos filmes da Nouvelle Vague, morreu nesta quarta-feira, 15, aos 77 anos, na localidade de Lescar, na França, segundo o jornal local Sud Ouest.

Diagnosticada com escleroses múltiplas há décadas, a atriz loira começou forte a carreira no mundo do cinema: seus três primeiros filmes foram dirigidos por Eric Rohmer, François Truffaut e Jean-Luc Godard.

A longo da trajetória artística de 40 anos (1959-1999), Dubois, cujo verdadeiro nome era Claudine Huzé, passou pelas câmeras de outros ícones da direção cinematográfica, como Luchino Visconti, Claude Chabrol, Roger Vadim e Louis Malees.

Dubois apareceu em clássicos do cinema francês como Jules et Jim, de Truffaut, e Uma Mulher é Uma Mulher, de Godard, embora o reconhecimento só tenha vindo mais tarde com seu papel em La Menace, de Alain Corneu, que lhe rendeu o César de atriz coadjuvante em 1977.

Quando a esclerose lhe restringiu os movimentos, Dubois parou de atuar, segundo mencionou o jornal local, e recebeu, no ano passado recebeu a Legião de Honra do Estado francês em reconhecimento ao conjunto de sua carreira. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.