Morre a atriz Katy Jurado

A atriz Katy Jurado, que foi uma das grandes estrelas do cinema mexicano e também se destacou por seu trabalho em Hollywood, morreu nesta sexta-feira em sua casa na cidade de Cuernavaca, aos 78 anos, de parada cardíaca, enquanto dormia. Nos últimos anos, estava reclusa, por causa de várias doenças. Nascida com o nome de Maria Cristina Estela Jurado, a atriz obteve mais de 200 prêmios em sua carreira. Estreou no cinema em 1943 e oito anos depois, já consagrada no México, foi chamada a filmar nos Estados Unidos. Em 1952, atuaria ao lado de Gary Cooper no faroeste clássico Matar ou Morrer e em 1954, com Spencer Tracy em Lança Partida, que lhe deu uma indicação ao Oscar de melhor atriz coadjuvante.No mesmo ano, sob a direção do espanhol Luis Buñuel, a atriz rodou, ao lado do galã Pedro Armendáriz, o filme O Bruto, com o qual ganhou o Ariel, prêmio principal do cinema mexicano. Ela receberia mais três vezes o Ariel, a mais recente delas em 1998, por O Evangelho das Maravilhas, seu último filme.Outros filmes de Katy Jurado: Trapézio, Os Homens das Terras Bravas, A Face Oculta, Joe É Muito Vivo e Pat Garrett e Billy the Kid. Foi casada com o ator americano Ernest Borgnine, que certa vez a definiu como "bonita, mas um tigre".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.