AFP PHOTO | STRINGER
AFP PHOTO | STRINGER

Morre a atriz italiana Elsa Martinelli, a musa de Kirk Douglas

Ela foi descoberta, nos anos 1950, pelo ator americano, que a chamou para entrar no elenco do western 'A Um Passo da Morte'

AFP, O Estado de S.Paulo

08 de julho de 2017 | 22h57

A atriz italiana Elsa Martinelli morreu neste sábado, 8, em sua casa em Roma, aos 82 anos, anunciou a imprensa italiana citando fontes próximas à sua família. Nascida em 1935, em Grosseto, ao norte de Roma, sétima filha de uma família de oito filhos, a bela atriz era modelo antes que o ator americano Kirk Douglas a visse em uma fotografia na revista Life e a contratasse para seu western A Um Passo da Morte (The Indian Fighter, 1955). Desde então, ela trabalhou em cerca de sessenta filmes, alguns deles ao lado dos maiores nomes do cinema, desde Orson Welles em O Processo ( The Trial, 1962) até Roger Vadim em Rosas de Sangue ( Et mourir de Plaisir, 1960).

Elsa Martinelli marcou o cinema de uma época por sua beleza elegante, explorada tanto na Itália como no estrangeiro em filmes muitas vezes menores, mas também por sua capacidade de dar vida a personagens complexos em produções mais ambiciosas. Em 1957, ela se casou com o conde Franco Mancinelli, com quem teve uma filha. Teve um segundo casamento, em 1968, com fotógrafo Willy Rizzo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.