AFP PHOTO | STRINGER
AFP PHOTO | STRINGER

Morre a atriz italiana Elsa Martinelli, a musa de Kirk Douglas

Ela foi descoberta, nos anos 1950, pelo ator americano, que a chamou para entrar no elenco do western 'A Um Passo da Morte'

AFP, O Estado de S.Paulo

08 Julho 2017 | 22h57

A atriz italiana Elsa Martinelli morreu neste sábado, 8, em sua casa em Roma, aos 82 anos, anunciou a imprensa italiana citando fontes próximas à sua família. Nascida em 1935, em Grosseto, ao norte de Roma, sétima filha de uma família de oito filhos, a bela atriz era modelo antes que o ator americano Kirk Douglas a visse em uma fotografia na revista Life e a contratasse para seu western A Um Passo da Morte (The Indian Fighter, 1955). Desde então, ela trabalhou em cerca de sessenta filmes, alguns deles ao lado dos maiores nomes do cinema, desde Orson Welles em O Processo ( The Trial, 1962) até Roger Vadim em Rosas de Sangue ( Et mourir de Plaisir, 1960).

Elsa Martinelli marcou o cinema de uma época por sua beleza elegante, explorada tanto na Itália como no estrangeiro em filmes muitas vezes menores, mas também por sua capacidade de dar vida a personagens complexos em produções mais ambiciosas. Em 1957, ela se casou com o conde Franco Mancinelli, com quem teve uma filha. Teve um segundo casamento, em 1968, com fotógrafo Willy Rizzo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.