Morre a atriz Geraldine Fitzgerald

A atriz irlandesa Geraldine Fitzgerald morreu em sua casa em Nova York, no Estados Unidos, aos 91 anos, segundo informações de um porta-voz da atriz. Fitzgerald, que teve uma longa carreira no teatro e no cinema com filmes como O Morro dos Ventos Uivantes, vinha sofrendo do Mal de Alzheimer.Nascida em Dublin, na Irlanda, Fitzgerald iniciou sua carreira no teatro em 1932 e, mais tarde, apareceu em vários filmes britânicos. A atriz viajou para Nova York para atuar junto com o ator e diretor Orson Welles no teatro Mercury, mas, logo depois de sua chegada, assinou contratos para trabalhar em Hollywood. Ela se casou com Edward Lindsay-Hogg, para se divorciar alguns anos depois. Mais tarde se casou com o empresário Stuart Scheftel, que morreu em 1994. A atriz teve dois filhos.Em 1939, Fitzgerald foi indicada ao Oscar por sua atuação no filme O Morro dos Ventos Uivantes, junto com Lawrence Olivier e Merle Oberon. No mesmo ano, ela estrelou o drama Dark Victory, junto dom Bette Davis e Humphrey Bogart. Fitzgerald teve uma carreira tumultuada nos estúdios Warner Brothers durante a década de 40, recusando papéis em filmes e sendo suspensa pelo estúdio.Mesmo assim ela conseguiu estrelar vários filmes na década, inclusive o filme Horas de Tormenta, novamente com Bette Davis. No final de sua carreira, já na década de 70, ela estrelou vários dramas para a televisão, entre eles Ecos de Verão, em 1976, no qual ela estrelou ao lado de Richard Harris e de Jodie Foster, quando a atriz ainda era criança.Ela também se dedicou ao teatro, encenando várias pessoas de Eugene O´Neill em Nova York. Em 1982 ela foi indicada ao Tony, o Oscar do teatro americano, por dirigir uma peça do autor Bill C. Davies.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.