Evan Agostini/Invision/AP
Evan Agostini/Invision/AP

Morgan Freeman pede desculpas após acusações de assédio

O ator de 80 anos foi acusado por oito mulheres de assédio sexual e conduta inapropriada

O Estado de S.Paulo

24 Maio 2018 | 15h07

Após a publicação de uma reportagem da rede CNN em que é acusado de assédio sexual e conduta inapropriada por oito mulheres, o ator Morgan Freeman, de 80 anos, divulgou nesta quinta-feira, 24, uma nota, em que afirma que nunca teve a intenção de causar nenhum mal e pede desculpas.

++ Oito mulheres acusam Morgan Freeman de assédio e conduta inapropriada

"Qualquer um que me conhece ou trabalhou comigo sabe que eu não sou alguém que ofenderia ou faria qualquer pessoa se sentir desconfortável", diz o comunicado, de acordo com a agência de notícias Reuters. "Peço desculpas para quem se sentiu desrespeitado ou desconfortável, nunca foi a minha intenção." 

Ao todo, oito mulheres acusaram Freeman de assédio sexual ou conduta inapropriada. Uma delas chegou a afirmar que o ator chegou a tentar levantar sua saia. Outras oito pessoas afirmam ser testemunhas do comportamento do ator. Além de mulheres que trabalharam com Freeman em seus filmes, três jornalistas de entretenimento relataram ter sido desrespeitadas verbalmente pelo ator, inclusive Chloe Melas, que assina a reportagem de denúncia da CNN com An Phung. 

Com mais de 50 anos de carreira e mais de 100 filmes, Morgan Freeman é vencedor do Oscar por seu papel coadjuvante em Menina de Ouro (2005). Este ano, foi homenageado por sua carreira na premiação Screen Actors Guild Awards, promovida por um dos sindicatos de atores de Hollywood. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.