Moore entrevistou americano decapitado no Iraque

O cineasta Michael Moore afirmou nestaquinta-feira que tem a gravação de uma entrevista com Nicholas Berg, o civil americano recentemente decapitado no Iraque.Moore esclareceu que a entrevista não foi utilizada no seu filme Farenheit 9/11, vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes na semana passada. "Isso está sendo tratado de forma particular com a família" de Berg. Nem Moore nem seus representantes revelaram o conteúdo da conversa com Berg, que era favorável à guerra. Ninguém atendeu ao telefone nesta quinta-feira na casa dos pais de Berg em West Chester, Pensilvânia.O documentário Farenheit 9/11 acusa o presidente norte-americano George W. Bush de ter roubado as eleições de 2000, de terignorado alertas sobre os atentados de 11 de setembro de 2001 ede disseminar temores sobre novos ataques para garantir o apoioda opinião pública americana à guerra. A Disney recusou-se a permitir que sua subsidiária Miramaxlançasse o filme. Moore ainda está em busca de um acordo paradistribuir a película nos EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.