Monty Phyton propõem antídoto contra Mel Gibson

A Vida de Brian, do grupo inglês Monty Phyton, vai ser relançado nos cinemas americanos no mês que vem. Conforme os produtores, a idéia é fazer desta sátira sobre os relatos bíblicos "um antídoto para a histeria" em torno de A Paixão de Cristo, de Mel Gibson. Para a campanha de relançamento, eles prometem contrapor as duas versões com frases de efeito como "Mel ou Monty?" e "Paixão ou Python?". O filme dos ingleses, disponível no Brasil em DVD da Columbia, conta as confusões de um jovem tomado equivocadamente pelo Messias. Já a produção de Mel Gibson foca as últimas 12 horas de Cristo. Em comum, ambos levantaram polêmica. Em sua estréia, em 1979, a sátira do Monty Phyton foi tomada como blasfêmia por setores religiosos. Agora, Gibson é acusado de fomentar o anti-semitismo e a homofobia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.