Divulgação
Divulgação

'Mogli: O Menino Lobo' estreia na liderança das bilheterias na América do Norte

É a segunda melhor estreia de abril na história do cinema, perdendo apenas para 'Velozes e Furiosos 7'

Brent Lang, Reuters

18 de abril de 2016 | 18h45

Mogli: O Menino Lobo dominou as bilheterias da América do Norte no fim de semana, arrecadando incríveis US$ 103,6 milhões e aumentando o sucesso da Walt Disney na realização de versões com atores de seus clássicos desenhos animados.

Trata-se do segundo melhor fim de semana de estreia em abril na história, atrás apenas de Velozes e Furiosos 7, que arrecadou US$ 147,2 milhões. Com Cinderela, Alice no País das Maravilhas, Malévola e agora Mogli, a estratégia de revitalizar contos de fada virou mesmo uma marca registrada dentro do estúdio, capaz de rivalizar com filmes da Marvel, da Pixar e da LucasFilm.

O estúdio promete continuar nessa trilha: A Bela e a Fera, com Emma Watson, estreia nos cinemas norte-americanos em 17 de março de 2017, e novas versões de Cruela Cruel e Peter Pan estão sendo produzidas.

A crítica amou Mogli, dando a ele a nota 95% no site Rotten Tomatoes. O boca-a-boca para o filme também é forte. A produção recebeu a nota A no CinemaScore, o que pode significar bons resultados nas bilheterias para os próximos dias e semanas.

As famílias representaram 49% do público no fim de semana de estreia. Mogli também teve bons resultados em telas Imax, abocanhando US$ 10,4 milhões em bilheteria. No total, 43% do dinheiro arrecado no mercado norte-americano no fim de semana de estreia veio das exibições em telas 3D.

Jon Favreau (Homem de Ferro) foi o diretor da produção de US$175 milhões, que usou truques digitais para simular a selva prometida na obra original de Rudyard Kipling. Bill Murray, Ben Kingsley, Idris Elba e Scarlett Johansson compõem o elenco de vozes, com Neel Sethi participando de seu primeiro longa-metragem no papel de Mogli, o menino selvagem que é o coração da história.

Apesar do grande resultado de Mogli: O Menino Lobo, os estúdios New Line e MGM também tiveram bons números com Um Salão do Barulho 3. O terceiro filme da série arrecadou surpreendentes US$ 20,2 milhões em 2.661 salas de cinema.

Outra estreia do fim de semana, o filme de ação Mente Criminosa, do estúdio Lionsgate, estreou com US$ 5,8 milhões em ingressos em 2.683 salas de cinema, o sexto melhor resultado do fim de semana. A história de um condenado que recebe as memórias de um agente morto da CIA de forma a concluir uma missão é estrelada por Kevin Costner, Tommy Lee Jones e Gary Oldman. Para a produção, o orçamento foi de cerca de US$ 30 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Walt DisneyCinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.