Minc cria nova estrutura para gerenciar o cinema

Após a publicação nesta quarta-feira no Diário Oficial da nova estrutura do Ministério da Cultura, trazendo para a gerência direta do Minc a Cinemateca Brasileira e o Departamento de Cinema e Vídeo da Funarte, o secretário do audiovisual do Minc, Orlando Senna, dá como certa - apesar de polêmica - a ida da Agência Nacional do Cinema (Ancine) para o Ministério da Cultura. Senna afirmou ao estadao.com.br que a decisão já foi tomada por um grupo de ministros e que, após a vinculação da Ancine ao Minc, o nome da agência mudará para Ancinav (Agência Nacional do Cinema e Audiovisual). Enquanto isso, também nesta quarta-feira, a Ancine divulgou sua nova logomarca. O destino da Ancine é objeto de discussão desde o fim do governo passado. Orlando Senna disse que a Ancine, que hoje é subordinada à Casa Civil, será uma entidade vinculada ao Minc, tal como a Biblioteca Nacional e o Iphan, que cuida do patrimônio histórico e artístico do Brasil. Segundo ele, "um pool interministerial" - composto pelos ministérios da Cultura, Desenvolvimento e Relações Exteriores participaria da definição da política nacional para o cinema. Consultada, a Ancine afirmou apenas que não recebeu nenhum comunicado oficial sobre seu destino no organograma do governo federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.