Michael Moore leva bombeiros que atuaram no 11/9 a Cuba

O polêmico diretor Michael Moore está finalizando o seu mais novo filme, Sicko, cujos alvos são o sistema de saúde a indústria farmacêutica norte-americanos. De acordo com o tablóide The New York Post, Moore convidou alguns dos bombeiros nova-iorquinos que ajudaram a resgatar as vítimas do atentado de 11 de setembro de 2001 para irem a Cuba se tratar com uma nova terapia que combate graves problemas respiratórios. Segundo o Post, a viagem - teoricamente proibida para os cidadãos norte-americanos - foi filmada. Sicko terá a sua pré-estréia mundial em maio, durante o Festival de Cannes, na França.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.