Michael Moore dá a sua versão do 11 de setembro

O estúdio Miramax Films, braço do grupo Walt Disney,vai bancar o novo filme do polêmico cineasta Michael Moore, vencedor do Oscar de melhor documentário por Tiros em Columbine. A ator Mel Gibson tinha mostrado interesse em produzi-lo, mas acabou desistindo por conta da controvérsia gerada.Farenheit 911 vai tratar dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001 e do envolvimento da família do presidente George W. Bush com terroristas do Oriente Médio, especialmente com a família de Osama bin Laden. O título remete a Fahrenheit 451, livro de Ray Bradbury e filme de François Truffaut sobre uma sociedade no futuro onde os livros são todos queimados. Organizações de direita já teriam começado a planejar boicotes a produtos do grupo Walt Disney e inclusive a sua emissora de TV, a ABC.

Agencia Estado,

13 de maio de 2003 | 15h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.