MGM pode se fundir com a Time Warner

O conglomerado de mídia Time Warner pode estar negociando uma fusão com o estúdio cinematográfico Metro-Goldwyn-Mayer (MGM). Representantes das duas empresas preferiram não comentar o caso, publicado na edição desta quinta-feira do jornal Daily Variety, que citou uma fonte que pediu anonimato. Executivos da MGM vêm dizendo há muito tempo que a empresa estaria mais bem posicionada no mercado se fizesse parte de uma organização maior. O estúdio possui uma imensa filmoteca, o que poderia beneficiar um grande grupo de mídia como a Time Warner, que tem acesso a uma ampla rede de distribuição. A Time Waner, que já fez parte do corpo de distribuidores da MGM no passado, manifestou anteriormente um interesse em se unir ao estúdio. "A filmoteca e a estrutura de produção da MGM são insubstituíveis. Diante da própria natureza desse mercado, é de se esperar que a MGM torne-se parte de um conglomerado", disse o analista Jeffrey Logsdon. Segundo Logsdon, a fusão com a Time Warner "é o tipo de negócio que poderia gerar muitas sinergias e uma grande redução de custos". No entanto, o analista acredita que "não há como medir a probabilidade de um negócio como esse ser levado adiante." As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.