México pode proibir filmes de Schwazenegger

Congresso do estado mexicano de Tlaxcala pedirá ao legislativo federal que proíba em todo país a exibição dos filmes de Arnold Schwarzenegger, governador da Califórnia, em protesto às suas atitudes "discriminatórias" contra a comunidade latino-americana. Assim anunciou Javier García, presidente da Comissão de Pontos Constitucionais, Governo, Justiça e Assuntos Políticos do californiano e protagonista da trilogia O Exterminador do Futuro sejam proibidos nos cinemas do país. Além disso, solicita ainda que Schwarzenegger seja declarado no México "persona não grata" e pede aos mexicanos que "destruam todo o material" cinematográfico onde Schwarzenegger apareça."Estou enviando um documento oficial ao Congresso (federal) e ao Ministério de Relações Exteriores para que se tome uma atitude imediata e se estabeleça uma postura mais enérgica contra esse senhor", declarou o político. "Os mexicanos não podem mais tolerar abusos e discriminação contra nossos compatriotas radicados nos Estados Unidos", ressaltou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.