México atrai produtoras de cinema

O clima de insegurança devido aos altos índices de seqüestro no México não parece incomodar os produtores de cinema estrangeiros que em breve vão chegar ao país em bando para filmar uma dezena de produções. O presidente da Comissão Nacional de Filmes (Conafilm), Sergio Molina, disse que em julho chegarão Penélope Cruz e Salma Hayek para filmar As Bandidas e Antonio Banderas, para a seqüência de A Máscara do Zorro. A reativação da atividade cinematográfica, iniciada com a passagem do atual 007 Pierce Brosnan na Cidade do México para filmar O Matador, se completará com, pelo menos, outras nove filmagens, ressaltou Molina ontem em uma coletiva de imprensa, quando lembrou que o México continua como um ponto de interesse para os cineastas estrangeiros. Molina apontou que as produtoras estrangeiras ainda consideram o país como um ponto de interesse e que a Conafilm vai dobrar os esforços para tornar o mercado mais competitivo. Ele adiantou que, para o segundo semestre, vão ser filmados nos estados centrais mexicanos de San Luis Potosí e Guanajuato As Bandidas e O Zorro e que acabam de ser gravados um filme alemão, um francês e um brasileiro no México.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.