'Meu nome não é Johnny' vence prêmio de Cinema Brasileiro

Filme levou seis prêmios; Estômago conseguiu cinco, inclusive melhor filme pelo voto popular

Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2009 | 00h15

O filme 'Meu Nome não é Johnny' foi o grande vencedor do Grande Prêmio Vivo do Cinema Brasileiro, realizado na terça-feira à noite no Rio, seguido de Estômago. O primeiro ganhou seis prêmios (ator, atriz coadjuvante, trilha sonora original, som, montagem e roteiro adaptado) e o segundo, cinco (diretor, roteiro original, ator coadjuvante, longa de ficção e melhor filme pelo voto popular).

 

A cerimônia aconteceu no Vivo Rio, casa de espetáculos carioca, e contou com a apresentação de Marília Pera e Daniel Filho, que foram prejudicados por problemas no sistema de som e teleprompter.

 

Os cerca de 300 membros da academia brasileira de cinema premiaram os destaques em 25 categorias. O público votou pela internet e por meio de mensagens de telefone celular. O grande homenageado da noite foi o cineasta Nelson Pereira dos Santos, que agradeceu dizendo estar muito emocionado: "Ainda bem que só tenho 80 anos".

 

O prêmio lembrou músicas que fazem parte da cinematografia brasileira e ainda prestou homenagem aos atores Dercy Gonçalves, que morreu no ano passado, e Ankito, que morreu no fim de março.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemapremiação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.