Meirelles vê chance para "Cidade de Deus" no Oscar

Fernando Meirelles, diretor de Cidade de Deus, acredita que o fato de seu filme ter perdido o Globo de Ouro para Fale com Ela, de Pedro Almodóvar, não deixa o sonho do Oscar mais longe do Brasil. "Pelo contrário. As chances só estão aumentando", disse ontem ao JT, por e-mail, de Los Angeles.Fale com Ela não foi indicado pelo governo espanhol para concorrer ao Oscar de melhor filme estrangeiro. Em seu lugar, a Espanha mandou Los Lunes ao Sol, com Javier Bardem. A premiação está marcada para 23 de março.Meirelles conta que já havia sido preparado para a derrota do Globo de Ouro por sua própria distribuidora, a Miramax. "A Miramax sempre contou com a nomeação de Cidade de Deus para o Globo de Ouro e até usou isso em anúncios. Mas há duas semanas eles mesmos me preveniram de que Fale com Ela iria ganhar. Então nada muda na estratégia deles (Miramax). No Angelika, um cinema do Soho em Nova York, todas as sessões de Cidade de Deus se esgotaram antecipadamente no último fim de semana. É isso o que importa."Questionado se o caminho do Oscar fica mais difícil, o diretor respondeu com otimismo. "Creio que estamos cada vez mais perto por causa da presença do filme em quase todas as listas de melhores do ano, pela boa estréia nas salas e pela nomeação em seis categorias na primeira lista do Bafta (o Oscar inglês). Dia 23 será anunciada a lista final do Bafta. Como agora esse prêmio acontece antes do Oscar, serve como termômetro."Sua agenda, conforme conta, só tem ficado mais concorrida com o crescente interesse internacional pelo filme. "Acredito que deveremos receber uma ou mais indicações no Bafta. Saio de Los Angeles dia 26 e vou lançar o filme na Espanha, na Holanda, na França e na Alemanha. Volto para o Brasil em fevereiro. Foi depois do sucesso na Inglaterra que os distribuidores espanhóis e alemães resolveram investir mais no filme. Devo receber um roteiro de lançamento pela América Latina esta semana. Ao menos devo ir à Argentina e ao México."

Agencia Estado,

21 de janeiro de 2003 | 10h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.