Meg Ryan troca comédia por drama e nudez

Meg Ryan, a eterna apaixonada das comédias românticas, quer mudar de papel. Aos 41 anos e prestes a estrear In The Cut, filme em que vive uma professora que redescobre o sexo, a ex-namoradinha da América agora procura somente papéis dramáticos, segundo ela contou ao jornal italiano La Reppublica.In The Cut é dirigido por Jane Campion, a mesma de O Piano. Totalmente diferente das produções de fácil degustação que Meg Ryan costumava fazer, como Sintonia de Amor e Mensagem para Você, o filme tem cenas de sexo que a atriz considerou "muito fortes, muito intensas". E a razão da guinada radical na carreira? "Tenho 41 anos e não poderia continuar por muito tempo a bancar a Goldie Hawn da minha geração. Adoro Goldie, mas não me vejo como comediante e agora chega", disse ela.Dona da rara liberdade de escolher os próprios papéis, Meg Ryan parece ter chegado àquele estágio em que uma atriz de sucesso traça um caminho que pode torná-la um ícone ou... levá-la ao ridículo. As cenas de sexo de In The Cut serão determinantes para seu futuro, ela diz. "Um ator trabalha com o corpo, se tem vergonha de mostrá-lo, melhor que abra mão. O público dirá se sou crível ao menos como objeto de desejo".Demi nua - Meg não é a única atriz quarentona a tirar a roupa nesta temporada. Demi Moore resolveu que vai posar nua em breve, ao lado de seu namorado, o também ator Ashton Kutcher. A intenção das fotos é mostrar ao mundo que eles estão juntos por algo mais do que vontade de aparecer. Demi foi à estréia de As Panteras Detonando, em que trabalhou, com Kutcher, e o casal causou tanto alvoroço que virou bode expiatório da má bilheteria do filme.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.