RT Features
RT Features

'Me Chame Pelo Seu Nome' é censurado na Tunísia

Longa deveria ter entrado em cartaz em uma única sala do país na última quarta-feira, 28, mas distribuidora do longa cancelou a exibição do filme poucas horas antes

EFE

01 Março 2018 | 16h53

TÚNIS - Me Chame Pelo Seu Nome, um dos candidatos ao Oscar de melhor filme, foi proibido de ser exibido na Tunísia. O longa deveria ter entrado em cartaz em uma única sala do país na última quarta-feira, 28, mas, segundo a distribuidora da produção, houve censura.

+++ 'Me Chame pelo Seu Nome' é uma história de amor ambientada no campo italiano, nos anos 80

Ainda de acordo com a distribuidora, a própria sala cancelou a exibição. "Foi censurado. É um ataque à liberdade de expressão e um atentado à Constituição tunisiana", disse Lassaad Goubantini, um dos proprietários dos direitos de distribuição do filme na Tunísia. O Ministério de Cultura não confirmou e nem desmentiu a censura.

+++ Baseado em marco do romance gay, 'Me Chame Pelo Seu Nome' é história de amor para todos, diz ator

Me Chame Pelo Seu Nome, que concorre ao prêmio de melhor filme na cerimônia do Oscar que será realizada neste domingo, 4, narra a história de amor de um menino de 17 anos e o assistente de seu pai, um homem mais velho, durante as férias de verão no norte da Itália. Não é a primeira vez que um filme de temática gay é proibido na Tunísia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.