Paramount Pictures
Paramount Pictures

Matthew Broderick faz 60 anos: veja 10 curiosidades do filme 'Curtindo a Vida Adoidado'

Longa dirigido por John Hughes é um clássico dos anos 1980 e marcou a carreira do ator

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de março de 2022 | 13h49

Matthew Broderick, o eterno Ferris Bueller do filme Vivendo a Vida Adoidado (1986), completa 60 anos nesta segunda-feira, 21. Casado com a atriz Sarah Jessica Parker desde 1987, com quem tem três filhos, o ator iniciou sua carreira nos anos 80 nos palcos, atuando em espetáculos off-Broadway.

No cinema, estreou no elenco do filme A Volta de Max Dugan (1981). De lá para cá, foram diversos os personagens que ele interpretou. Foi David Lightman em Jogos de Guerra (1983), Jimmy Garrett em Projeto Secreto: Macacos (1987), Nick Tatopoulos, em Godzilla (1998), além de encarar o papel principal em Inspetor Bugiganga (1999). Encarou ainda dublar Simba adulto, em Rei Leão (1994) e a abelha Adam Flaymen em Bee Movie (2007). 

Entre os mais diversos papéis, secundários ou protagonistas, Broderick será sempre lembrado por viver o aluno que decide matar aula e leva consigo a namorada e o melhor amigo. Nesse dia, contado no cult dirigido por John Hughes Vivendo a Vida Adoidado, Ferris Bueller viverá inúmeras aventuras, que envolverá a família, a escola e os amigos. A seguir, confira algumas curiosidades do filme, para lembrar a atuação do agora sessentão Matthew Broderick. 

1 - Mais velhos do que você pensa

Apesar de interpretar um adolescente no filme, Matthew Broderick já tinha 23 anos quando o filme foi gravado. Alan Ruck, que interpreta Cameron Fryer, era ainda mais velho que Broderick, com 29 anos durante as gravações. A única adolescente do elenco era Mia Sara, que interpreta a namorada de Ferris, Sloane Peterson. Ela tinha 17 anos durante as gravações. Jennifer Grey, que faz Jenie, a irmã de Ferris, tinha 26.

2 - Pontos conhecidos da cidade

O filme se passa em Chicago e mostra vários pontos conhecidos da cidade, como a Sears Tower, o estádio de baseball Wrigley Field, a bolsa de valores de Chicago e o Instituto de Artes de Chicago.

3 - Soltando a voz

Ferris dubla duas músicas durante o desfile. Danke Schoen, de Wayne Newton, e Twist and Shout, de Phil Medley e Bert Russell, mas brilhantemente gravada pelos Beatles. A segunda virou a grande marca do filme.

4 - Rápido e certeiro

Foi produzido, dirigido e escrito pelo mago do filmes sobre adolescentes dos anos 80, John Hughes. Em seu currículo estão Esqueceram de Mim, Clube dos Cinco, Gatinhas e Gatões e A Garota Rosa Shocking. John Hughes escreveu o filme em menos de uma semana. Ele disse que tinha Matthew Broderick em mente para o papel de Ferris quando o fez.

5 - Teve corte

A primeira edição do filme tinha, ao todo, 2 horas e 45 minutos. O corte final deixou-o com um 1 hora e 42 minutos. As filmagens duraram 56 dias.

6 - Troca de papéis

Molly Ringwald foi considerada pelo estúdio para o papel de namorada de Ferris, mas Hughes descartou a ideia de cara, pois considerava que o papel não era grande o bastante para ela. A escolhida então foi Mia Sara

7 - De longa data

Broderick e Ruck já haviam feito uma peça na Broadway juntos chamada Biloxi Blues, e já eram amigos.

8 - Arte

O quadro no qual Cameron fica fixado no Instituo de Artes de Chicago se chama Uma Tarde de Domingo na Ilha de La Grande Jatte, de George Seurat.

9 - Carro clássico

O carro que o trio rouba do pai de Cameron para passear pela cidade é uma Ferrari 250 GT California Spyder 1961. Mas como o carro é muito caro, e só existiam menos de 100 dessas no mundo, a solução encontrada foi preciso criar réplicas dele, principalmente porque seria usada na cena em que é destruído. Em alguns momentos, a produção optou por utilizar automóveis simples, mas com a capota idêntica à original da Ferrari.

10 - Inspiração

John Hughes, diretor do filme, revelou que a inspiração para o quarto de Ferris foi o seu próprio quarto na época em que estava no ensino médio. Seria todo ele recheado de referências ao pop, mas de forma bem desorganizada, como seria a cabeça do protagonista. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.