Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
REUTERS/Eric Gaillard
REUTERS/Eric Gaillard

Matt Damon lança filme inspirado em Amanda Knox em Cannes

No filme, que foi exibido fora da principal competição do festival, Damon faz o papel do petroleiro Bill Baker, que viaja para Marselha, França, para visitar a filha estudante Allison na prisão

Agências, Reuters

09 de julho de 2021 | 15h33

CANNES, FRANÇA - Matt Damon afirmou nesta sexta-feira que passou semanas imerso em Oklahoma com funcionários de plataformas de petróleo para seu papel como um desorientado norte-americano que viaja à França para ajudar sua filha que está presa, em um novo filme livremente inspirado no caso real de Amanda Knox



O ator norte-americano - que levou uma dose de glamour de Hollywood ao tapete vermelho do Festival de Cannes após a pandemia de covid-19 atrapalhar o evento do ano passado - afirmou que passou muito tempo dirigindo de um lado para o outro e vivendo com os chamados 'roughnecks' no Estado predominantemente republicano para compreender a mentalidade de seu personagem no filme Stillwater

"Ser convidado para a casa deles, para churrascos no quintal, um violão aparece e eles começam a cantar músicas de igreja. É um lugar muito específico... e muito diferente de onde cresci", disse Damon, em entrevista coletiva após a estreia de Stillwater no maior festival de cinema do mundo. 

"Abriu meus olhos." 

No filme, que foi exibido fora da principal competição do festival, Damon faz o papel do petroleiro Bill Baker, que viaja para Marselha, França, para visitar a filha estudante Allison na prisão. 

Ela está cumprindo pena pelo assassinato da sua colega de quarto, ecoando a história da estudante norte-americana Knox e seu então namorado, que foram condenados e depois inocentados pela morte da estudante britânica Meredith Kercher em um apartamento em Perugia, Itália, em 2007. 


 


O diretor vencedor do Oscar, Tom McCarthy, famoso pelo filme Spotlight: Segredos Revelados, afirmou que estava trabalhando no filme no contexto do governo de Donald Trump, o que também influenciou sua abordagem ao personagem de Baker e como ele é visto no exterior. 

McCarthy disse que a história real de Knox foi o pontapé inicial da ideia. 

"Fiquei muito fascinado pelo caso Amanda Knox. Serviu somente como inspiração mesmo, eu comecei a pensar sobre a relação com o pai, eu havia acabado de ter uma filha", disse McCarthy, em entrevista coletiva. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.