"Matrix" toma conta de Cannes

"A matrix está em todo lugar", dizia o personagem de Laurence Fishburne, no hit de ficção científica. E a seqüência do filme, também. Ao contrário da fita original, que teve uma estréia bem mais tímida, Matrix Reloaded chega para arrasar as bilheterias em todo o mundo. O filme estréia esta semana em 20 países - em poucos dias o número chega a 100. Só nos Estados Unidos, são 8.517 cópias para 3.603 cinemas, o que significa que estará em cartaz ao mesmo tempo em várias telas de um mesmo complexo de salas. Em Cannes também, hoje foi dia de Matrix.O elenco do filme - Keanu Reeves, Carrie-Anne Moss, Fishburne e Monica Bellucci, entre outros - foi o centro da atenção na Riviera Francesa. O filme não integra a mostra competitiva do evento, mas sua concorrida pré-estréia no festival é parte de uma grande estratégia de marketing, que pode dar ao filme um recorde de bilheteria. Muitos já acreditam que o filme deve superar o resultado de Homem-Aranha, que só em sua estréia nos Estados Unidos arrecadou 114,8 milhões.A estréia simultânea de Matrix Reloaded em diversos é parte de uma nova estratégia para minar a pirataria e atender ao apetite mundial por arrasa-quarteirões americanos. A medida esvazia as tentativas de piratas de antecipar a estréia do filme mundo afora. "Já passamos pela experiência de estrear um filme nos EUA, e rapidamente descobrir cópias em DVD e VHS no resto do mundo, canibalizando o potencial de bilheteria do filme", diz Dan Fellman, da Warner Bros.A única pedra no sapato de Matrix Reloaded é sua classificação "R": menores de 17 anos podem assistir ao filme apenas acompanhados de um adulto. Nenhum dos 20 filmes de maior sucesso no ano passado, por exemplo, tinha a classificação R. E independente do resultado da segunda parte, a terceira, Matrix Revolutions, já tem estréia prevista para 5 de novembro deste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.