"Matrix Reloaded" é proibido no Egito

Censores egípcios decidiram vetar a superprodução Matrix Reloaded por motivos religiosos e excesso de violência. Segundo o chefe do órgão de censura do país, Madkour Thabit, a censura não se refere a qualquer cena em especial, mas ao filme "como um todo".De acordo com comunicado, "apesar da alta tecnologia e dos fantásticos efeitos", a seqüência da série Matrix aborda "explicitamente" temas caros aos religiosos, como a criação do mundo e o livre arbítrio, e este tipo de questões, "já levantadas anteriormente, provocaram crises". "Sua exibição pode causar problemas e perturbar a paz social."A série Matrix trata de um futuro em que a humanidade é escravizada por máquinas e mantida em estado de letargia. O herói Neo, interpretado por Keanu Reeves, consegue despertar da letargia para lutar contra seus opressores. A fita original, de 1999, chegou a estrear no país, e foi alvo de protestos na imprensa islâmica. À época, seus críticos denunciavam que o filme veiculava ideais sionistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.