Mario Anzuoni/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters

Massagista processa ator Kevin Spacey por supostos abusos

O profissional não identificado disse em um tribunal de Los Angeles que o artista o apalpou em sessão de massagem há dois anos

AFP

29 Setembro 2018 | 18h58

Um massagista da Califórnia abriu um processo contra o ator Kevin Spacey por supostos abusos, nas mais recentes acusações contra o ator americano.

O demandante, John Doe (nome que designa uma pessoa não identificada), alegou em um tribunal de Los Angeles que Spacey o apalpou durante uma sessão de massagem em Malibu, Califórnia, há dois anos.

Um integrante da equipe de Spacey entrou em contato com o demandante para marcar uma sessão de massagem para o ator em sua residência.

O massagista afirma que, durante a sessão, Spacey pegou sua mão e a colocou em seus genitais, de acordo com a demanda.

Spacey, 59 anos, vencedor de dois Oscar, perdeu seu papel na série House of Cards após múltiplas denúncias de abuso pouco depois do escândalo com o produtor Harvey Weinstein.

O ator americano é acusado por mais de 10 homens. Uma investigação contra ele também foi aberta em Londres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.