Mario Anzuoni/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters

Massagista processa ator Kevin Spacey por supostos abusos

O profissional não identificado disse em um tribunal de Los Angeles que o artista o apalpou em sessão de massagem há dois anos

AFP

29 de setembro de 2018 | 18h58

Um massagista da Califórnia abriu um processo contra o ator Kevin Spacey por supostos abusos, nas mais recentes acusações contra o ator americano.

O demandante, John Doe (nome que designa uma pessoa não identificada), alegou em um tribunal de Los Angeles que Spacey o apalpou durante uma sessão de massagem em Malibu, Califórnia, há dois anos.

Um integrante da equipe de Spacey entrou em contato com o demandante para marcar uma sessão de massagem para o ator em sua residência.

O massagista afirma que, durante a sessão, Spacey pegou sua mão e a colocou em seus genitais, de acordo com a demanda.

Spacey, 59 anos, vencedor de dois Oscar, perdeu seu papel na série House of Cards após múltiplas denúncias de abuso pouco depois do escândalo com o produtor Harvey Weinstein.

O ator americano é acusado por mais de 10 homens. Uma investigação contra ele também foi aberta em Londres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.