EFE/YOAN VALAT
EFE/YOAN VALAT

Martin Scorsese é o vencedor do Prêmio Princesa das Astúrias das Artes

Dotados com 50 mil euros e uma escultura de Joan Miró, o prêmio homenageia pessoas ou instituições relevantes em áreas que vão da pesquisa científica aos esportes

AFP

25 Abril 2018 | 09h58

O cineasta americano Martin Scorsese foi anunciado nesta quarta-feira, 25, como o vencedor do prêmio espanhol Princesa das Astúrias das Artes, pela trascendência de sua obra que o tornou uma "figura indiscutível do cinema contemporâneo".

Scorsese, 75 anos, dirigiu "mais de 20 de filmes que já fazem parte da história do cinema e permanece atualmente em plena atividade", afirmou o júri em sua decisão, divulgada em Oviedo (norte da Espanha).

Vencedor do Oscar de melhor diretor por Os Infiltrados e de muitos outros prêmios em sua longa carreira, Scorsese é responsável por obras-primas como Taxi Driver, Touro Indomável, Os Bons Companheiros, entre outros.

O júri destacou que o americano "desenvolveu também uma intensa e ampla tarefa de recuperação, restauração e difusão do patrimônio cinematográfico histórico" por meio de projetos como The Film Foundation e World Cinema Project.

O prêmio das Artes é o primeiro dos oito anunciados pela Fundação Princesa da Astúrias.

Dotado com 50 mil euros e uma escultura criada por Joan Miró, o prêmio homenageia pessoas ou instituições relevantes em áreas que vão da pesquisa científica aos esportes.

Mais conteúdo sobre:
Martin Scorsese cinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.