Marlon Brando recusou fazer "O Poderoso Chefão"

Marlon Brando disse não várias vezes ao papel de Don Corleone no primeiro filme da trilogia O Poderoso Chefão, dizendo a uma assistente: "É sobre a Máfia. Eu não vou exaltar a Máfia", de acordo com um artigo publicado na edição da revista Vanity Fair especial do Oscar. Na edição especial anual da revista, o amigo e escritor de Brando Budd Schulberg disse que a assistente do ator, Alice Marchak, implorou para que ele lesse o livro. Apesar das ressalvas iniciais quanto ao filme, Brando obviamente mudou de idéia, mas a Paramount foi contra Brando ter o papel e pediu que ele fizesse um teste. O papel de Vito Corleone reavivou a carreira de Brando e lhe rendeu o segundo Oscar de sua carreira, que ele recusou. Marlon Brando morreu em julho do ano passado, aos 80 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.