Marisa Paredes compara cinema europeu e americano

A atriz espanhola Marisa Paredes disse ontem que "na Europa se fazem mais filmes de qualidade que nos Estados Unidos", ao comentar sobre o grande número de êxitos que tem acumulado a produção cinematográfica espanhola nos festivais desse ano. "Se compararmos os filmes de qualidade que se fazem na Europa e nos Estados Unidos, o resultado é favorável à Europa", afirmou.A atriz se encontra em Bruxelas para apresentar o filme Ninguém Escreve ao Coronel, de Arturo Ripstein, adaptação da obra homônima do escritor ganhador do Nobel de literatura, Gabriel García Márquez. O belíssimo filme, que conta a história de um coronel reformado que espera chegar sua aposentadoria por anos e anos, foi apresentado na noite de ontem no Festival de Cinema da Espanha e América Latina -de 8 a 19 de novembro na capital belga. Marisa faz no filme o papel de Lola, mulher do coronel do título.Paredes apoiou "uma cota de exibição para o cinema europeu" com a finalidade de competir melhor com a indústria americana de cinema. Marisa, que é uma das musas de Pedro Almodóvar, lembrou do diretor espanhol ao destacar a diferença de ser uma atriz nos EUA e na Europa. "Almodóvar sempre soube desenhar uma gama de personagens femininos muito fortes, dando grande destaque para nosso trabalho". Acrescentou: "na Europa é mais fácil que uma atriz sobreviva com dignidade que nos Estados Unidos, simplesmente por que nesse país as razões puramente econômicas imperam e o público majoritário não passa dos 25 anos".Paredes, ao ser questionada sobre sua provável participação no próximo filme de Almodóvar, explicou seus compromissos com o diretor Adolfo de Santos, na produção chamada Salvajes, na qual atuará ao lado do ator Imanol Arias. O filme, que Marisa também irá assinar a produção, trata da dura história de uma mulher que tem aos seus cuidados três sobrinhos envolvidos em problemas de drogas e racismo.

Agencia Estado,

19 de novembro de 2000 | 12h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.