EFE/EPA/IAN LANGSDON
EFE/EPA/IAN LANGSDON

Maiores festivais de cinema se unem para evento global de streaming de 10 dias

Com duração de 10 dias, 'We Are One: A Global Film Festival' terá conteúdo com curadoria dos festivais de Berlim, Cannes, Veneza, Sundance, Toronto e Tribeca, entre outros, a partir de 29 de maio

Redação, Reuters

28 de abril de 2020 | 21h24

LOS ANGELES — Mais de 20 festivais de cinema de todo o mundo se uniram para transmitir filmes de graça no YouTube depois que a pandemia de coronavírus fechou as salas de exibição e forçaram o cancelamento dos eventos anuais em Cannes e Nova York.

Com duração de 10 dias, “We Are One: A Global Film Festival” terá conteúdo com curadoria dos festivais de Berlim, Cannes, Veneza, Sundance, Toronto e Tribeca, entre outros, a partir de 29 de maio, disseram os organizadores Tribeca Enterprises e YouTube em um comunicado emitido nesta segunda-feira.

O festival contará com filmes, documentários, música, comédia e conversas. Nenhum detalhe da programação foi anunciado.

O cancelamento do Festival Internacional de Cinema de Cannes na França em maio e incertezas sobre os festivais de Veneza e Toronto em setembro por causa do surto de coronavírus privaram os cineastas e estúdios cinematográficos de janelas cruciais para divulgar suas produções novas à mídia e ao público.

Os organizadores do festival de Cannes disseram na segunda-feira, 27, que têm orgulho de participar do evento no YouTube “para destacar filmes e talentos verdadeiramente extraordinários, permitindo às plateias vivenciar tanto as nuances de como se contam histórias em todo o mundo quanto as personalidades artísticas de cada festival”.

Entre os outros festivais incluídos estão os de Jerusalém, Mumbai, Sarajevo, Sydney, Tóquio e Londres.

O festival será transmitido de graça, mas se pedirá aos espectadores que doem para o Fundo de Reação de Solidariedade da Covid-19 da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.