Maguire dá um salto na carreira com "Homem-Aranha"

Até pouco tempo atrás, Tobey Maguireera mais conhecido como um dos melhores amigos de LeonardoDiCaprio e por algumas participações em filmes independenteselogiados pela crítica, de orçamento baixo ou bilheteria menorainda. Aos 26 anos, a coisa toda mudou. A estrela de DiCaprioestá um pouco em baixa, enquanto a carreira de Maguire acaba deganhar um impulso e tanto, Homem-Aranha, um dos maioresblockbusters da história de Hollywood, com direito a duasseqüências. O filme estréia no Brasil nesta sexta-feira. Maguire teria recebido US$ 4 milhões de salário pararodar Homem-Aranha e acertado pelo menos mais US$ 10 milhõespara cada uma das duas seqüências previstas. Com o sucesso semprecedentes da produção, que faturou quase US$ 115 milhões emseu fim de semana de estréia e deve virar um dos cinco filmesmais lucrativos da história de Hollywood (de acordo comexpectativas do estúdio Columbia Pictures), suas negociaçõescontratuais devem ser reabertas. Ou seja, o ator deve pedir umaumento, mesmo que seu salário já estivesse acertado. É muitoprovável que o estúdio pague para mantê-lo feliz, porque o jogomudou e quem dá as cartas desta vez é ele. "Não conseguiria imaginar outro ator para umaseqüência", disse a produtora Laura Zirskin em entrevista paraa Planet Pop, em Los Angeles. "Quero muito ver novamente oPeter Parker que Tobey Maguire encarnou tão bem. Eu sempreacreditei que ele seria um astro de cinema com ou semHomem-Aranha." Para o diretor Sam Raimi, o sucesso de Maguireé uma vitória pessoal. Foi ele que escolheu o ator e não cedeuàs pressões de executivos da Columbia Pictures e até fãs dahistória em quadrinhos para que considerasse nomes mais"carismáticos". "O que eu estava fazendo com o personagem tão adoradopor eles?", perguntou o diretor em uma entrevista no Hotel FourSeasons. "Freddie Prinze Jr. era um favorito de muita gente",revela ele. Outros nomes considerados foram Jude Law, WesBentley, Heath Ledger, Chris O´Donnell, Ewan McGregor e atéLeonardo DiCaprio. "O estúdio estava atrás de um ator parafazer o Homem-Aranha, enquanto eu sabia que tinha de escolherquem faria o papel do Peter Parker." "Tenho consciência da polêmica e tentei fazer o melhorfilme possível para os fãs da HQ, mas também para gente que nãoestava tão familiarizado com o personagem", afirmou Maguire emuma entrevista para um grupo de jornalistas estrangeiros emmeados de abril. "Eu não sinto nenhuma pressão pela maneiracomo as pessoas lidam com o personagem ou por sua percepção doHomem-Aranha das histórias em quadrinhos." O ator chegou aficar com raiva por causa das dúvidas de muita gente sobre suacapacidade de fazer um filme de ação. Depois de várias leiturasde cenas e testes na frente das câmeras, executivos do estúdioainda fizeram questão de vê-lo de uniforme em uma seqüência deação. "Honestamente, eu fiquei bem irritado e acho que meuego se envolveu na história toda", conta o ator. "Sam foilegal, disse que eu precisava ser o parceiro dele e fazer o queeles tinham pedido. Fiquei lisonjeado com o apoio dele e com suavontade de me ter mesmo no trabalho." A tal cena de ação foifeita e o que convenceu todo mundo foi o "novo" físico doator. "Eu já tinha me preparado e estava em boa forma",explica ele. "Tive de usar um uniforme de borracha, que nãodefinia tanto a musculatura, mas tirei a parte de cima, amarreina cintura e fiz a cena de topless (risos)." A preparação para o personagem foi à base de muitosexercícios físicos e proteína de tofu, já que ele não comecarne. Durante as filmagens, Maguire estava "muito forte" etinha "bastante energia", mas revela que não está tão em formaquanto no ano passado, porque não agüenta todo este esforço nodia-a-dia. "Treinei por cinco meses, seis vezes por semana, poralguma coisa entre uma hora e meia e quatro horas por dia. Erauma combinação de ioga, ginástica, artes marciais, musculação,treinamento aeróbico, bicicleta, jogging. Trabalhei com umnutricionista e tinha uma dieta muito específica, de quatro aseis refeições por dia." A malhação para virar o Homem-Aranha foi necessária, maso que chamou a atenção do diretor sobre ele foi suapersonalidade, muito parecida com a do alter ego do super-herói.Ele diz que entende o personagem porque também não era "cool"em sua adolescência. "Não conseguia chegar perto de uma garotaou dividir as minhas opiniões", conta ele. "Eu me relacionoagora com a parte mais recente do personagem, quando ele viraadulto e tem de lidar com as responsabilidades por sua vida esuas ações. É por isso que eu estou passando agora." A responsabilidade é a de dar continuidade a umacarreira em ascensão: provar que pode mesmo ser um grande nomede Hollywood, que consegue carregar um filme nas costas, e aomesmo tempo ser respeitado por seus colegas por trabalhossérios. "Espero que Homem-Aranha abra algumas portas, deestúdios e pessoas que relutariam em trabalhar comigo em umapróxima vez." Para os próximos meses, ele vai estar bastanteocupado. Pretende rodar algum projeto pequeno ainda este ano eencarar a preparação física para as filmagens de Homem-Aranha2, previstas para começar no início de 2003. Sobre os próximos projetos, Maguire está pronto paraencarar qualquer coisa. "Gosto muito de ver de tudo,filmes-evento, produções de terror, comédias românticas, dramas.Quero poder fazer de tudo, desde que haja personagens bons, nosquais eu esteja interessado." Peter Parker/Homem-Aranha é umdeles. "Sempre achei que este filme poderia ser comparado demaneira positiva com todos os outros trabalhos da minhacarreira." O que espera que a fama vai trazer para sua vida? "Dinheiro e garotas!", brinca ele. Por enquanto, nada depassar o carro na frente dos bois. "Acho que artistas passampor vários tipos de níveis de reconhecimento e eu vou ver comoas coisas vão com o tempo. Não quero me preocupar muito deantemão." Com a satisfação de ter provado que conseguiria fazerum super-herói em um filme de ação, ele diz que espera ter feitoseus críticos mudarem de idéia e superado as expectativas detodo mundo que deu apoio. "A única coisa que me limita é aminha própria consciência. Basicamente, se eu conseguir imaginar, eu posso fazer."A infância do astro - Os pais de Tobey Maguire eram muitojovens quanto ele nasceu. Seu pai, Vincent, era chef e tinha 20anos, enquanto sua mãe, Wendy, estava com 18 e era secretária. Aseparação ocorreu quando ele tinha apenas 2 anos. O resultadofoi que ele mudou de casa várias vezes durante sua infância. Oator, que nasceu em Santa Monica, morou em outras partes daCalifórnia, assim como no Oregon e em Washington. "Morei com meu pai, com ele e o irmão, com ele e sua novamulher, minha mãe, minha mãe e o namorado, minha avó, minha mãee minha tia!", disse ele em entrevista no Hotel Four Seasons,em Beverly Hills. "Era ótimo estudante, ganhava ótimas notas eera bom em fazer amizades, mas tinha de abandoná-las logo eme adaptar de novo." Por conta de tantas mudanças (ele chegou a freqüentar quatroescolas diferentes em um mesmo período letivo), sua mãe sugeriuque entrasse em um ginásio com ênfase em artes dramáticas ecomeçasse a pensar em um futuro em Hollywood. "Estudei lá pordois anos e depois segui o meu próprio caminho. Eu nunca penseiem ser ator. Minha mãe tinha mencionado alguma coisa, mas nuncapassou pela minha cabeça. Queria ser bombeiro, dublê."Maguire deixou o colégio antes da formatura no científico, fezvários comerciais e pequenos papéis em programas de TV até queconseguiu um personagem de destaque na série Great Scott, daFox. O trabalho durou nove semanas, porque o show foi cancelado.Logo depois, aos 15 anos, ele conseguiu um papel pequeno nofilme O Despertar de um Homem, no qual Leonardo DiCapriodividiu os créditos com Robert De Niro. Foi no set da produçãoque os dois ficaram amigos. Nos últimos dez anos, sua carreira sempre esteve à sombra dostrabalhos do companheiro. Em 1994, o namorado de Gisele Bündchenera indicado para um Oscar por Gilbert Grape, Aprendiz deSonhador, enquanto Maguire fazia papéis em produçõesdesconhecidas como A Revanche do Barão Vermelho e S.F.W. -Filhos da Violência. Mais tarde, no entanto, sua carreira deuuma guinada com Tempestade de Gelo, de Ang Lee, que rendeuuma série de sucessos de crítica: Medo e Delírio,Desconstruindo Harry e A Vida em Preto e Branco, além de Regras da Vida e Garotos Incríveis. DiCaprio, por sua vez, fazia Titanic e virava ídolo esímbolo sexual mundial. Foi aí que a vida do astro ficou maisconhecida por suas aparições em colunas de fofocas, depois demuitas noitadas acompanhado pelo bom moço Maguire, que não bebee não usa drogas. Ele era talvez o mais famoso dos amigos deDiCaprio. Agora, a coisa está prestes a mudar e o título de"king of the world" parece ter novo dono. Maguire tem toda a atenção da mídia, enquanto a carreira de Leonão vai muito bem. Ele roda atualmente Catch Me If You Can,de Steven Spielberg. Seu trabalho mais recente tem demorado parachegar às telas: o problemático Gangues de Nova York, queMartin Scorsese não consegue editar. Uma prévia de 20 minutos dofilme vai ser mostrada no Festival Internacional de Cinema deCannes, na França, que começa nesta quarta-feira, e a previsão de estréia é para ofim deste ano. Homem-Aranha 2, por sua vez, começa a serrodado no início de 2003 e deve chegar às telas em maio de2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.