Máfia ameaçou Steven Seagal de morte

O processo contra 17 membros da "família" mafiosa Gambino, em Nova York, trouxe a público ameaças de morte feitas pelos criminosos ao ator Steven Seagal. O astro de filmes de ação tornou-se alvo da Máfia por causas das conexões de seu ex-sócio, Julius Nasso, com o "capo" Anthony "Sonny" Ciccone.Gravações de telefonemas apresentadas no tribunal mostraram que a Máfia ameaçava matar Seagal se ele não pagasse à organização pelo menos US$ 150 mil por filme. Seagal nunca deu queixa das extorsões. Nasso, no entanto, acionou o ator na Justiça, há alguns meses, porque ele se negara a participar de mais quatro filmes em sociedade com ele.Os 17 membros da família Gambino que estão sendo julgados foram presos na semana passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.