REUTERS/Carlo Allegri
REUTERS/Carlo Allegri

Lynda Carter, a primeira Mulher Maravilha, comemora sucesso do novo filme: "Histórico e merecido"

Atriz celebrou os recordes de bilheteria do novo filme da DC Comics, que se tornou a melhor estreia de uma mulher na direção

Pedro Rocha, ESPECIAL PARA O ESTADO

06 de junho de 2017 | 11h36

Há cerca de 40 anos, a personagem Mulher Maravilha dominava a TV numa série protagonizada pela atriz Lynda Carter. Hoje, aos 65 anos, a atriz é uma das maiores fãs do primeiro filme já feito para a personagem no cinema. 

Mulher Maravilha, estrelado pela israelense Gal Gadot, estreou no último final de semana quebrando recordes, se tornando a melhor estreia de todos os tempos para um filme com uma mulher na direção - no caso, a cineasta Patty Jenkins. 

Orgulhosa, a eterna Mulher Maravilha, Lynda Carter, comemorou o resultado através de sua conta no Twitter. "Uau! Histórico e muito merecido", escreveu a atriz, que viveu a personagem na TV entre 1975 e 1979. 

No seu primeiro fim de semana, o novo filme arrecadou US$ 100,5 milhões nos EUA, segundo o portal Box Office Mojo, e fez o longa de Patty Jenkins superar a marca anterior de melhor estreia de um filme dirigido por uma mulher, que era de Sam Taylor-Johnson por Cinquenta Tons de Cinza, com US$ 93 milhões, em 2015.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.