Luc Besson é investigado por morte de cinegrafista

O cineasta francês Luc Besson, diretor de Joana D´Arc, está sendo investigado pelo acidente que causou a morte do cinegrafista Alain Dutartre e ferimentos em seu assistente, Jean-Michel Bar, durante a filmagem de Taxi 2 em Paris, em 1999. Besson foi denunciado como dirigente da empresa de produção do filme e pode ser processado por homicídio culposo. O diretor passou por um interrogatório de quatro horas e foi ouvido pela juíza Marie-Pierre Malignier-Peyron. Na saída, não quis falar com a imprensa. Alain Dutartre, 41, morreu no dia 16 de agosto de 1999, atropelado por um carro após um salto mal calculado. Jean-Michel Bar, 26, sofreu graves ferimentos na perna, mas sobreviveu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.