Los Angeles organiza Festival de Cinema Latino

A partir do dia 21 de julho, começa a quarta edição do Festival Internacional de Cinema Latino de Los Angeles. Edward James Olmos, fundador do evento, espera que esse ano o festival finalmente se consagre. Durante dez dias, os cinéfilos poderão assistir a 40 longa-metragens, 15 documentários e muitos curtas produzidos na América Latina, Espanha e Estados Unidos. Desde a sua criação, o principal objetivo do festival é impulsionar no mercado americano os filmes latinos. No total, mais de 22 mil espectadores já foram prestigiar o evento nos três anos anteriores. Women On Top, com Penélope Cruz e o ator brasileiro Murilo Benício, abre oficialmente o festival. Dirigido pela venezuelana Fina Torres e escrito pela brasileira Vera Blasi, o filme conta a história de uma mulher com um dom especial para conquistar os homens. Mas, para concretizar um sonho, ela abandona Salvador e se muda para os Estados Unidos.Para o encerramento, os organizadores escolheram a produção mexicana La Ley de Herodes, de Luis Estrada. O filme faz uma reflexão sobre o Partido Revolucionário Institucional (PRI) antes de sua derrota nas eleições presidenciais. O cinema mexicano, junto com o espanhol, serão os países com maior número de representantes.

Agencia Estado,

14 de julho de 2000 | 16h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.