"Longe do Paraíso" ganha Spirit Awards

O filme Longe do Paraíso, do diretor Todd Haynes, conquistou ontem cinco prêmios "Spirit Awards", o Oscar do cinema independente, em uma cerimônia marcada por numerosas declarações contra a guerra.Longe do Paraíso conquistou os Spirit Awards de melhor direção, melhor atriz para Julianne Moore, melhor ator para Dennis Quaid, melhor fotografia e melhor filme. E sua Mãe Também, dirigido pelo mexicano radicado em Nova York Alfonso Cuarón, ganhou o prêmio de melhor filme estrangeiro.O prêmio de melhor documentário ficou com Bowling for Columbine, do diretor Michael Moore, que declarou ao receber o prêmio "a lição desta guerra contra o Iraque que estamos dando aos nossos jovens é que a violência não é um meio aceitável para resolver os conflitos humanos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.