Disney+
Disney+

'Loki' foi a série mais pirateada no mundo em 2021; veja a lista

Entre os filmes, o campeão foi Godzilla vc Kong – as pesquisas foram feitas entre janeiro e setembro

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de março de 2022 | 05h00

A primeira temporada da série Loki foi a mais pirateada no mundo, entre janeiro e setembro de 2021, segundo relatório de segurança da Akamai, empresa global de cibersegurança e entrega de experiências digitais, em parceria com a Muso, que também cuida dessa verificação. No mesmo período, o filme mais pirateado foi Godzila vs. Kong. Segundo os relatórios, a demanda global de pirataria atingiu 3,7 bilhões – e o Brasil ficou em 5º lugar entre os países que mais piratearam, atrás de Estados Unidos, Rússia, Índia e China.

Veja a lista das 10 séries mais pirateadas entre janeiro e setembro de 2021

1. Loki, primeira temporada

2. WandaVision, primeira temporada

3. Rick and Morty, quinta temporada

4. The Falcon and the Winter Soldier, primeira temporada

5. The Walking Dead, décima temporada

6. Game of Thrones, oitava temporada

7. The Flash, sétima temporada

8. Vikings, sexta temporada

9. True Beauty, primeira temporada

10. Superman & Lois, primeira temporada

*

E agora a lista dos 10 filmes mais pirateados entre janeiro e setembro de 2021

1. Godzilla vs. Kong

2. Liga da Justiça de Zack Snyder

3. Viúva Negra

4. Velozes & Furiosos 9

5. Mortal Kombat (2021)

6. O Esquadrão Suicida (2021)

7. Cruella

8. Mulher Maravilha 1984

9. Raya e o Último Dragão

10. Jungle Cruise

*

Segundo os relatórios, a demanda global ultrapassou os 132 bilhões de acessos piratas – e o Brasil ficou em 5º lugar entre os países que mais piratearam, atrás de Estados Unidos, Rússia, Índia e China. Veja os números, entre janeiro e setembro de 2021, segundo a Akamai:

1º Estados Unidos – 13.558.211.764 acessos piratas

2º Rússia – 7.201.499.453 acessos piratas

3º Índia – 6.503.638.719 acessos piratas

4º China – 5.913.142.174 acessos piratas

5º Brasil – 4.533.436.207 acessos piratas

*

A Muso registrou um aumento de 53,7% no acesso pirata de filmes ao comparar janeiro de 2021 a janeiro de 2022. Esse aumento foi impulsionado pelo lançamento mais constante de filmes cuja estreia tinha sido adiada por causa da pandemia.

O dado mais surpreendente envolve o filme Homem-Aranha: Sem Volta para Casa – o filme estrelado por Tom Holland foi o mais pirateado no mês de janeiro de 2021 (foi analisado o consumo de mais de 180 mil filmes e programas de TV em 242 países).

Mas, embora só esteja em cartaz há três meses, o longa é agora o 9º mais pirateado desde que os dados de consumo do Muso começaram a ser computados, em julho de 2019.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.