Liz Hurley fura greve e pede desculpa

A atriz Elizabeth Hurley está tentando se desculpar com o Screen Actors Guild (SAG) por ter gravado um comercial durante a greve da instituição que defende o direito de atores nos Estados Unidos. A polêmica paralisação já dura vários meses e uma série de nomes famosos recusaram trabalhos e fizeram doações para a instituição. Hurley foi criticada por ter feito um anúncio da Estée Lauder com profissionais que não fazem parte da SAG. Ela pediu desculpas, alegando que não sabia da greve, e prometeu fazer uma doação "substancial" para a causa. Harrison Ford, Nicolas Cage e Kevin Spacey foram alguns dos artistas que doaram US$ 100 mil cada para a SAG.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.