Livro de memórias da filha rebelde de Fidel vai virar filme

As Memórias da filha rebelde de Castro, romance biográfico de Alina Fernández Revuelta, filha exilada do presidente cubano, Fidel Castro, vai virar filme. "Apesar de sua carga biográfica e testemunhal, será essencialmente um filme de ficção", disse nesta sexta-feira Alina Fernández, em entrevista publicada pela edição digital de El Nuevo Herald. O filme, segundo o jornal, "também procura incorporar relatos inéditos da própria autora, documentos e lembranças de outros personagens que marcaram sua vida". Por isso, a obra, que começará a ser rodada em meados do ano e será produzida pelo venezuelano Stan Jakubowicz, romperá com a literalidade do livro. Fernández, de 50 anos, narra em Memórias da filha rebelde de Castro a situação da Cuba de Fidel, um relato de memórias que "entusiasmou os investidores", disse o produtor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.