Ledger pode levar Oscar póstumo; veja todos os indicados

'O Curioso Caso de Benjamin Button', em cartaz no Brasil, é o grande favorito, com 13 indicações ao prêmio

Teresa Ribeiro, do estadao.com.br, com agências internacionais,

09 de janeiro de 2022 | 11h44

O presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, Sid Ganis, e o ator Forest Whitaker, ganhador do Oscar de melhor ator de 2006, por O Último Rei da Escócia, apresentaram na manhã desta quinta, 22, os indicados da 81.ª edição do prêmio.   Veja também: Confira a lista completa dos indicados ao Oscar   O Oscar será entregue em 22 de fevereiro, em cerimônia que será apresentada pelo ator Hugh Jackman, uma alteração importante, pois a festa sempre teve no comando um comediante. O Brasil está fora da competição na categoria de filme estrangeiro, com a desclassificação de Última Parada 174, de Bruno Barreto.   O Curioso Caso de Benjamin Button é o grande favorito, liderando a lista dos indicados da Academia com 13 indicações, incluindo a de melhor filme. Rendeu ainda uma indicação a Brad Pitt como melhor ator, a Taraji P. Henson como coadjuvante e a David Fincher de melhor diretor.  O filme chega perto de outros recordistas de indicações: All About Eve, de Joseph L. Mankiewicz, com Bette Davis, que em 1951 ganhou cinco estatuetas, as teve 14 indicações, mesmo número obtido por Titanic, de James Cameron, em 1997, quando levou 11 prêmios.   Outro favorito desta 81.ª edição do Oscar é Quem Quer Ser um Milionário?, o filme vencedor de quatro Globos de Ouro, incluindo o de melhor filme. Foi indicado em nove categorias e ainda disputa com duas composições na categoria de melhor canção: 'Jai Ho' e 'O Saya'.  Com oito indicações aparecem Milk - A Voz da Liberdade e Batman - O Cavalheiro das Trevas, enquanto O Leitor e A Dúvida, ficaram com cinco cada um. Todos estão indicados na categoria melhor filme, incluindo ainda Froost/Nixon.   A primeira categoria anunciada foi a de melhor atriz coadjuvante. Sem surpresas, entra na disputa a atriz espanhola Penélope Cruz, por Vicky Cristina Barcelona, de Woody Allen. É a segunda indicação da atriz ao Oscar, que disputou como melhor atriz com Volver, de Almodóvar, em 2006. As outras concorrentes da categoria são Viola Davis(A Dúvida), Taraji P. Henson (O Curioso Caso de Benjamin Button), Amy Adams (A Dúvida) e Marisa Tomei (O Lutador).   Meryl Streep, a recordista de indicações, vai subir ao palco da cerimônia do Oscar pela 15.ª vez, por seu desempenho em A Dúvida, que promete ser um show de interpretação, pois também rendeu uma indicação de melhor ator coadjuvante a Philip Seymour Hoffman e de melhor atriz coadjuvante a duas atrizes do filme: Amy Adams e Viola Davis. Meryl concorre na categoria de melhor atriz com Angelina Jolie (A Troca),  Anne Hathaway (O Casamento de Rachel), Melissa Leo (Frozen River) e Kate Winslet, a vencedora do Globo de Ouro por seu papel no filme O Leitor .   O ator Heath Ledger poderá ganhar o primeiro Oscar póstumo da história do prêmio, por sua interpretação do vilão Coringa, de Batman - O Cavalheiro das Trevas. Hoje faz um ano que o australiano Ledger, de 28 anos, foi encontrado morto em seu quarto por uma overdose de remédios. Ledger foi indicado ao Oscar em 2006 por seu papel de destaque como o caubói gay em O Segredo de Brokeback Mountain, de Ang Lee. Perdeu para Philip Seymour Hoffman, vencedor por Capote. Hoffman concorre este ano com Ledger na categoria de melhor ator coadjuvante pelo filme A Dúvida. Também concorrem nesta categoria os atores Robert Downey Jr. (Trovão Tropical), Josh Brolin (Milk) e Michael Shannon (Foi Apenas um Sonho).   O troféu de melhor ator será disputado por Brad Pitt (O Curioso Caso de Benjamin Button), Richard Jenkis (The Vistor), Frank Langella (Frost/Nixon), Sean Penn (Milk - A Voz da Liberdade) e Mickey Rourke (O Lutador). 

Tudo o que sabemos sobre:
OSCAR

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.