GUILLAUME HORCAJUELO| EFE
GUILLAUME HORCAJUELO| EFE

Kristen Stewart e diretor de 'Personal Shopper' minimizam vaias em Cannes

'As pessoas têm expectativas sobre um filme e depois ele é outra coisa', disse Olivier Assayas

Reuters

18 de maio de 2016 | 09h23

O diretor Olivier Assayas e a atriz Kristen Stewart deram de ombros diante da reação negativa que Personal Shopper, que concorre à Palma de Ouro no Festival Internacional de Cinema de Cannes, recebeu na estreia do filme.

Houve algumas poucas vaias no final das exibições para o público e para a mídia na segunda-feira, 16, e os críticos pareceram decepcionados com o final, que mostra Kristen, uma personal shopper norte-americana em Paris, tentando fazer contato com o irmão morto.

Ela vê fantasmas, recebe mensagens de texto misteriosas e se envolve em um assassinato brutal enquanto passa pelo que sua intérprete descreveu como uma "crise de identidade".

"Filmes têm vida própria. As pessoas têm expectativas sobre um filme e depois ele é outra coisa", disse Assayas, que também dirigiu Kristen em Acima das Nuvens, em uma coletiva de imprensa nesta terça-feira, 17.

A plateia de Cannes nunca hesita em demonstrar sua decepção. No ano passado, Sea of Trees, do diretor norte-americano Gus van Sant, também foi vaiado.

"Acontece comigo às vezes, quando as pessoas simplesmente não entendem o final", acrescentou Assayas, cuja nova empreitada, de resto, recebeu boas críticas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.