Koizumi dança com Richard Gere no Japão

O primeiro-ministro do Japão, Junichiro Koizumi, e o ator americano Richard Gere dançaram juntos na frente de repórteres na capital japonesa, Tóquio. Koizumi tomou Gere pela mão em uma sala cheia de jornalistas e perguntou Vamos Dançar? - (ou Shall We Dance?), título original do mais recente filme do ator americano, um remake de um filme japonês, que está sendo lançado agora no Japão.O astro de O Gigolô Americano e Uma Linda Mulher aceitou o convite, mas insistiu em conduzir a dança, quando os dois deram volteios pela sala, durante alguns segundos.Depois Gere disse que achou Koizumi "espontâneo".Koizumi devolveu o elogio, dizendo que o ator americano, que está no país para promover seu mais recente filme, era um grande astro de cinema e uma pessoa maravilhosa.Koizumi, de 63 anos já foi chamado de "o japonês Richard Gere", devido a sua semelhança física com o ator norte-americano. Eles conversaram sobre cinema.A dança ocorreu depois que Gere endossou na segunda-feira a posição de Koizumi sobre a proibição da venda de armas à China.Gere disse que aprovou a oposição de Koizumi a um plano da União Européia de suspender a proibição, que entrou em vigor depois da repressão a manifestantes estudantis na Praça da Paz Celestial.O ator, de 55 anos, é muito conhecido por sua defesa aos direitos humanos no Tibete, sob o controle chinês.Koizumi, cuja popularidade diminuiu recentemente, costuma se encontrar com artistas que visitam o país.Há dois anos, ele cantou o sucesso de Elvis Presley I Want You, I Need You, I Love You, com o ator Tom Cruise, quando ele foi lançar no Japão o filme O Último Samurai, do qual foi o protagonista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.