Kirsten Dunst diz que se internou por causa de depressão

Atriz afirma que foi para centro de reabilitação por vontade própria, após consultar médicos, familiares e amigos

Efe,

08 de maio de 2028 | 11h02

A atriz norte-americana Kirsten Dunst declarou na terça-feira, 27, que sua internação em um centro de reabilitação no mês de fevereiro foi motivada por problemas de depressão, e não por abuso do álcool ou outras drogas.   "Não fui a Cirque Lodge (Utah) por abusar de álcool ou outras drogas. Fui por causa de uma depressão", disse a atriz ao site do canal de TV E!.   A atriz, de 26 anos e com mais de 30 filmes em seu currículo, contou que se internou por vontade própria, após consultar médicos, familiares e amigos. "Passaram-se cerca de seis até eu decidir que iria", afirmou Kirsten, que está filmando All Good Things.   "Eu não estava me sentindo bem e tive a oportunidade de ir a um lugar e cuidar de mim mesma. Tive a sorte de ter os recursos ao meu alcance. Meus amigos e minha família também acharam uma boa idéia. Mas eu não sabia para onde ir e meu médico recomendou a Cirque Lodge".   Kirsten decidiu tornar público o seu problema porque acha que não é a única que enfrenta às constantes especulações da mídia.   Recentemente, alguns veículos sugeriram que os problemas pessoais da atriz a fizeram ser dispensada por uma marca de roupa com a qual ela tinha um contrato publicitário.   "Houve muitas distorções sobre o que ocorre em minha vida e foi muito doloroso para meus amigos e minha família", disse a estrela de filmes como Homem-Aranha e Virgens Suicidas.   "Todo mundo acha que deve me defender. Agora que me sinto mais forte, estou preparada para dizer algo", acrescentou.

Tudo o que sabemos sobre:
Kirsten Dunst

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.