Khouri deixou roteiros de quatro novos filmes

O último filme de Walter Hugo Khouri, Paixão Perdida, foi feito em 1998, mas o cineasta, morto hoje de madrugada, já tinha roteiros para quatro novos projetos. Dois deles já haviam sido aprovados pelas leis federais de incentivo e estavam na fase de captação, conforme Sérgio Martinelli, pesquisador, produtor e amigo pessoal do cineasta.Febre e Luz são os projetos mais adiantados. A direção do primeiro será de Martinelli, que deseja começar as filmagens no ano que vem. O segundo teria direção de Khouri, e marcaria sua volta à temática fantástica, na tradição de O Anjo da Noite (1974) e As Filhas do Fogo (1978).Khouri lega ainda mais dois roteiros: A Viúva e Il Fuoco ("O Fogo", em italiano). Este último, segundo Martinelli, é uma alentado roteiro de 700 páginas - que pode virar livro - com uma trama policial internacional, envolvendo até terrorismo.Martinelli defendeu em 2001 mestrado sobre o cineasta de Noite Vazia, na Escola de Comunicação e Artes, da USP. Chamada O Cineasta e o Espelho: o cinema de autor de Walter Hugo Khouri, a dissertação analisa o caráter autoral da obra do cineasta. "Um dos poucos do Brasil", diz Martinelli, que se refere a Khouri como "meu mestre".Velório - Khouri morreu na madrugada de hoje, vítima de enfarte. Seu corpo será velado a partir das 17 horas na Cinemateca Brasileira. O enterro está previsto para as 9 horas de amanhã, no Cemitério São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.