Kevin Costner se promove às custas de Lady Di

Vale tudo na tentativa de autopromoção de Kevin Costner, que tem mais um fracasso nos cinemas americanos (3000 Miles to Graceland). O ator falou na imprensa européia sobre sua amizade com a princesa Diana, garantindo que em suas conversas telefônicas ela havia se mostrado "muito animada" em trabalhar como atriz na seqüência de O Guarda-Costas. Ele disse que ela ainda não havia se comprometido com o trabalho, mas que estava "excitada". Costner teria recebido o roteiro final da continuação do hit de 1992 no mesmo dia em que Diana morreu, em um acidente de carro em Paris, em 1997.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.